Artigos

iocb

(11) 5538-0011

Na terceira idade as quedas podem se tornar mais frequentes. Isso acontece por vários fatores relacionados com a diminuição dos reflexos e da agilidade do corpo, além do seu desgaste natural. A mobilidade é menor, e a percepção sensorial também. Os ossos também se tornam mais fracos pela redução de cálcio, que pode causar osteoporose.

Por todos estes fatores, a queda em idosos é maior do que nos outros grupos. Cerca de 30% das pessoas com mais de 65 anos caem, pelo menos, uma vez por ano. Já depois dos 80 anos, essa porcentagem pode chegar a 50%.

Essas quedas podem resultar em fraturas e lesões em regiões como braços, punhos, ombros, mãos, pés e pernas. Sendo que a fratura do fêmur é uma das mais comuns e mais graves. Dos idosos que fraturam o fêmur, cerca de 30% a 40% não conseguem se recuperar totalmente, deixando de realizar certos tipos de movimentos.

Além de ter alguém assessorando o idoso, sempre que possível, é importante seguir as seguintes recomendações:

  • Fazer atividades físicas para trabalhar a musculatura e a flexibilidade;
  • Se manter hidratado e ter uma alimentação balanceada;
  • Ir ao médico e realizar exames de rotina periodicamente;
  • Eliminar objetos que possam ser obstáculos (como tapetes);
  • Manter os cômodos bem iluminados;
  • Instalar barras e corrimãos em locais necessários (paredes, banheiros, etc.);
  • Usar sapatos firmes nos pés e com solas antiderrapantes.

Conte com a equipe de ortopedia especializada do IOCB para uma avaliação detalhada e diagnóstico preciso!

Responsável Técnico

Dr. Paulo Facciolla Kertzman
CRM: 57.367
Ortopedia e Traumatologia

Endereço

R. Dr. Jesuíno Maciel, 1610
Campo Belo – São Paulo (SP)
CEP 04615-004

Tel: (11) 5538-0011

Horário de funcionamento

Segundas às Sextas-feiras: 8h00 às 19h00
Sábados: 8h00 às 13h00*

*Verifique disponibilidade