Artigos

logo

(11) 5538-0011

O que é?

A hidroterapia, ou fisioterapia aquática, é um processo terapêutico que consiste na reabilitação do paciente dentro de uma piscina aquecida (31 a 34o). Recursos como temperatura, profundidade, volume de água são levados em consideração pelo fisioterapeuta responsável pelo tratamento.

É uma terapia que visa: diminuição de dores; fortalecimento da musculatura, aumento da amplitude articular, relaxamento muscular, estímulo de equilíbrio e coordenação motora e ampliação da capacidade respiratória. Por ser um meio seguro, sem risco de quedas, favorece a confiança e a ganho funcional.

Como funciona?

A hidroterapia é um processo em constante evolução no Brasil e no mundo, com resultados promissores em pesquisas científicas realizadas em grandes centros. A aceitação entre médicos que indicam esse tipo de tratamento para seus pacientes cresce gradativamente, visando os mais variados tipos de patologias, em razão das propriedades da água que promovem benefícios térmicos, sensoriais e circulatórios para o organismo. Destaca-se ainda o aspecto lúdico da terapia o que a torna muito prazerosa para os pacientes. Existem vários métodos de terapia aquática que se integram para que os objetivos do tratamento sejam alcançados, entre os quais:  Halliwick, Bad Ragaz, Watsu, Water Pilates e Ai Chi.

São utilizados diversos materiais para incrementar as técnicas: flutuadores, caneleiras, halteres, cama elástica, degraus de diferentes alturas e botas de flutuação, visando auxiliar ou resistir aos movimentos. Dependendo do tratamento, a pessoa poderá ser posicionada na superfície da água, ligeiramente ou totalmente submersa. Para cada caso serão trabalhados grupos musculares distintos e, respectivamente, o tipo de movimento que deverá ser executado.

Como a Hidroterapia é realizada?

Para exercer sua atividade profissional, o fisioterapeuta conta com formação específica e deve se atentar aos conceitos de hidrodinâmica (movimento da água), bem como dos fundamentos de fisiologia e anatomia.

Os princípios físicos da água, os efeitos fisiológicos de um corpo em imersão, bem como as respostas fisiológicas ao exercício no meio aquático são recursos importantes, em que se destacam o empuxo que diminui a descarga de peso nas articulações, a pressão hidrostática, importante para os casos de edema e alterações circulatórias, a tensão superficial e a viscosidade, que promovem resistência ao movimento e a temperatura, que favorece o relaxamento muscular e a melhora da circulação.

Após uma cuidadosa anamnese e criteriosa avaliação realizadas pelo fisioterapeuta, serão definidos protocolos personalizados de tratamento levando-se em conta as características físicas do indíviduo e a sua adaptação ao meio aquático.

Quando a Hidroterapia é indicada?

A fisioterapia aquática pode ser realizada em quadros bastante variados como alterações ortopédicas, reumatológicas, respiratórias e neurológicas (AVC, TCE, neurites), nas diferentes faixas  etárias: crianças com alteração do desenvolvimento, adolescentes e adultos com alterações posturais e idosos que buscam preservar a sua funcionalidade. Também é indicada para gestantes, atletas e pacientes com quadro de tontura e desequilíbrio.

De forma geral, o tratamento é indicado para quem sofre com dores crônicas, em particular da coluna (lombalgia, cervicalgia, hérnias de disco), pré e pós operatório de cirurgias ortopédicas, fraturas, traumas, contraturas, edemas, mobilidade limitada, fraqueza muscular, flexibilidade comprometida, disfunções posturais e da marcha. Os aspectos emocionais relacionados ao atendimento na piscina devem ser considerados como fatores fundamentais na melhora dos pacientes, levando a maior confiança e inclusão social.

Responsável Técnico

Dr. Paulo Facciolla Kertzman
CRM: 57.367
Ortopedia e Traumatologia

Endereço

R. Dr. Jesuíno Maciel, 1610
Campo Belo – São Paulo (SP)
CEP 04615-004

Tel: (11) 5538-0011

Horário de funcionamento

Segundas às Sextas-feiras: 8h00 às 19h00
Sábados: 8h00 às 13h00*

*Verifique disponibilidade