Artigos

iocb

(11) 5538-0011

Existem inúmeros problemas comuns nos pés e tornozelos, capazes de ocasionar dor e limitação nessas duas regiões tão importantes para a mobilidade do corpo humano. Quem cuidará do diagnóstico e do tratamento desses problemas é o médico ortopedista. Entre alguns dos principais problemas diagnosticados estão metatarsalgia, fascite plantar, joanete, esporão do calcâneo, tendinite do calcâneo e entorse de tornozelo. Entenda o que são e como tratá-las:

Metatarsalgia

Metatarsalgia é o termo para a dor no pé, que afeta a parte mais anterior, constituída pelos ossos metatarsais: ossos que formam os dedos. As principais causas para metatarsalgia ocorrem por:

- Uso de sapatos de salto alto ou bicos muito finos, que aumentam a pressão nos metatarsos;

- Excesso de peso;

- Realização de atividades físicas de alto impacto ou prolongadas, principalmente quando não há acompanhamento de um profissional;

- Artrite ou artrose nos metatarsos, que ocorre devido ao desgaste dos ossos, geralmente associados à idade ou inflamações. 

Sintomas
Os principais sintomas envolvem dor na planta dos pés e calosidade. Ainda podem ser observadas algumas alterações no formato do pé como, por exemplo, o desvio dos dedos. 

Tratamento
Para confirmar a causa da metatarsalgia, o médico ortopedista irá observar os sintomas e identificar alterações nos pés. Em alguns casos, se ele achar adequado, irá solicitar exames como raio-X e baropodometria.

O tratamento consiste em sessões de fisioterapia, uso de remédios anti-inflamatórios, além do uso de calçados específicos e palmilhas ortopédicas. A cirurgia pode ser indicada quando existe muita deformidade ou caso os tratamentos convencionais não surtam efeito.

Fascite plantar

A fascite plantar se caracteriza por uma inflamação na fáscia plantar. A fáscia é uma composição fibrosa e firme, que se estende do calcanhar até os dedos do pé e sustenta a base curvada do pé.

As causas podem envolver:

- Excesso de peso;

- Pés planos;

- Encurtamento do tendão de Aquiles;

- Atividades esportivas intensas, como corrida de longas distâncias;

- Atividades profissionais que necessitem permanecer em pé durante muito tempo;

- Uso de sapatos com suporte inadequado para a sola do pé, com solados muito retos, por exemplo.

Sintomas
O principal sintoma é a dor no calcanhar, geralmente ocasionando uma dor no pé intensa como se fosse uma pontada. Essa dor causa desconforto ao caminhar e ao correr, e costuma ser sentida logo após acordar, quando o paciente pisa no chão. A dor tende a diminuir conforme os primeiros passos foram dados e se agrava após caminhadas longas ou tempo demasiado em pé.

Tratamento
O diagnóstico da fascite plantar é feito pelo médico ortopedista, e envolve exame clínico e exames de imagem (como ultrassonografia e ressonância magnética). O tratamento é feito com anti-inflamatórios, adequações no estilo de vida e alongamentos dos tendões e músculos da cadeia posterior da perna. Repouso e pouco contato com o solo podem ser indicados em alguns casos, até que a melhora da inflamação aconteça e a pessoa possa voltar às atividades rotineiras. Em alguns casos, recomenda-se o uso de palmilha ortopédica, calçados especiais e fisioterapia.

Hálux valgo (Joanete)

O hálux valgo é uma deformidade óssea irreversível no antepé, caracterizada pelo desvio lateral do hálux (apontando para o segundo dedo) e medial do primeiro metatarso. Além de uma questão estética, trata-se de uma causa importante de dor. O uso de saltos altos, sapatos menores que os pés e de bicos finos, além de problemas congênitos como má formação e hereditariedade podem ser as causas do joanete.

Sintomas
Os principais sinais envolvem o calo saliente e ossudo no hálux; edema, vermelhidão e dor em torno do dedo; e dor na região e nas juntas ao usar sapatos.

Tratamento
Apesar de ser visível, o ortopedista que irá dar o diagnóstico e escolher o tratamento adequado, deverá solicitar um raio-X para avaliar a gravidade. O tratamento para consiste em medicamentos para diminuir a inflamação e o uso de talas. Em casos mais graves, a cirurgia é recomendada para realinhar o dedo e remover o calo.

Esporão do calcâneo

O esporão no calcanhar acontece quando o ligamento do calcâneo fica calcificado e aparece uma saliência que gera dor no calcanhar. As principais causas são:

- Sobrepeso;

- Pé alto ou plano;

- Praticar exercícios físicos com calçados inapropriados.

Sintomas
O único sintoma é a dor na sola do pé, na região que aparece a saliência. A dor costuma ser aguda, em forma de pontada.

Tratamento
Para aliviar a dor do esporão existem tratamentos simples, como o uso de palmilhas ortopédicas de silicone e a massagem nos pés, mas também é importante fazer alongamentos com a perna e o pé. Outras envolvem sessões de fisioterapia, e em casos extremos, a cirurgia para remover o esporão.

Tendinite do calcâneo

É a inflamação no tendão de Aquiles, que se localiza na parte posterior da perna e conecta os músculos da panturrilha aos ossos do calcanhar, causando edema e dor. As causas podem ser artrite e inflamação decorrente de lesões. É bastante comum em jovens, principalmente os que praticam atividade física. Além disso, o aumento da intensidade dos exercícios e a falta de alongamento também podem levar à tendinite do calcâneo.

Sintomas
Os sintomas incluem dor no calcanhar e no tendão em atividades simples do dia a dia, como andar ou subir uma escada. A área pode ficar dolorida e rígida, principalmente durante a manhã, ao acordar.

Tratamento
O tratamento para a tendinite do calcâneo envolve o uso de medicamentos para diminuir a inflamação, além de sessões de fisioterapia que podem ajudar a reduzir a dor no calcanhar.

Entorse de tornozelo

A entorse de tornozelo acontece quando ocorre um trauma torcional no tornozelo, este trauma pode estirar ou romper os ligamentos da região, que são responsáveis por manter os ossos do tornozelo unidos.

Sintomas
Os sintomas envolvem dor, dificuldade para caminhar ou, até mesmo, colocar ficar em pé. A parte lateral pode ter um edema importante, e o paciente pode apresentar hematomas.

Tratamento
O médico ortopedista irá solicitar um raio-X para descartar possíveis fraturas. Caso seja diagnosticada apenas a entorse, o médico recomendará compressas de gelo, anti-inflamatórios e repouso, com os pés elevados, podendo ser necessária a utilização de imobilização gessada e a retirada da carga do membro.

Os sintomas tendem a desaparecer entre 5 a 7 dias, caso não haja nenhuma lesão mais grave. O tratamento com sessões de fisioterapia pode ser importante para remissão dos sintomas. Casos mais graves, a minoria, necessitam de intervenção cirúrgica.

Responsável Técnico

Dr. Paulo Facciolla Kertzman
CRM: 57.367
Ortopedia e Traumatologia

Endereço

R. Dr. Jesuíno Maciel, 1610
Campo Belo – São Paulo (SP)
CEP 04615-004

Tel: (11) 5538-0011

Horário de funcionamento

Segundas às Sextas-feiras: 8h00 às 19h00
Sábados: 8h00 às 13h00*

*Verifique disponibilidade